Jornada do Empreendedor Matriz: Pró-labore ou distribuição de lucros?

No post passado comentamos sobre a operacionalização do negócio no que tange a contratação e manutenção de funcionários. Hoje falaremos sobre a remuneração dos sócios, que pode ser realizada através do pagamento de pró-labore ou distribuição de lucros.


PRÓ-LABORE

O Pró-labore é uma remuneração, que pode ser periódica, através de folha de pagamento que é paga aos sócios que realizam atividades laborais na empresa. Com essa forma de remuneração é possível contribuir para a previdência, porém existe o desconto do Imposto de Renda.

Além disso, para gerar a folha do Pró-labore é necessário o auxílio de um profissional da área do Departamento Pessoal. A elaboração da folha de Pró-labore é um dos serviços oferecidos na terceirização do departamento.

O valor mínimo que um pró-labore pode ter é de um salário mínimo vigente, mas não existe um valor específico para esta remuneração, podendo variar de acordo com o que o mercado aplica para a função exercida. O importante em relação à remuneração é estudar e prever o caixa para evitar futuros prejuízos.

DISTRIBUIÇÃO DE LUCROS

Já em relação à distribuição de lucros, como o nome sugere, refere-se ao repasse do valor do lucro do negócio para o sócio. Nesse caso, mesmo que o sócio não possua uma função na empresa, ao final do exercício, ele pode receber lucros. Além disso, até o momento, a distribuição de lucros é isenta de tributos. Contudo, não é possível contribuir para o INSS nesta modalidade.

A periodicidade e o valor da distribuição ocorrem de forma proporcional ao capital social, ou ao acordado para cada sócio no contrato social da empresa, e o mesmo sócio pode receber ambas as remunerações (distribuição de lucro e pró-labore), desde que o negócio tenha gerado lucro no período.

Dependendo do contexto e da opção tributária da empresa, a retirada do pró-labore, mesmo com a retenção do Imposto de Renda, pode ser estratégica no aspecto tributário.

Para entender melhor sobre a estratégia mais vantajosa de remuneração aos sócios é necessário consultar um contador de confiança, que analisará todos os aspectos relacionados ao tema para uma tomada de decisão mais assertiva.

Conte com a gente! 

A Matriz Contábil conta com profissionais qualificados e com anos de experiência no mercado preparados para atender à sua empresa.

Ainda temos outros assuntos importantes que virão pela frente nesta Jornada do Empreendedor Matriz, quando falaremos sobre Investimentos. Acompanhe sempre os nosso blog e receba nossos e-mails informativos.

WhatsApp: (81) 99860-0157 ou pelo e-mail: matriz@matrizcontabil.com.br

✅  Jornada do empreendedor: Plano de negócios
✅  Jornada do empreendedor: Como abrir uma empresa?
✅  Jornada do empreendedor: Opção tributária
Jornada do empreendedor: Manutenção/contratação de funcionários
Jornada do empreendedor: Prolabore x lucro
Jornada do empreendedor: Investimentos

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *